RECUPERAÇÃO E AMPLIAÇÃO DA CASA DOS MARAVEDIS

FUNDAÇÃO CONSERVATÓRIO REGIONAL DE GAIA, VILA NOVA DE GAIA

SCHOOL OF MUSIC - RECOVERY "CASA DOS MARAVEDIS"

ÁREA BRUTA: 1.650 m2

EQUIPA: ARQUITECTURA / COORDENAÇÃO - PAULO SANTOS LIMA

CRÉDITOS: COLABORADORES ARPADÓR - CLAUDIO LIMA, INÊS BASTOS/ ESTRUTURAS - FERNANDO A. D'EÇA GUIMARÃES E FÁTIMA A. D'EÇA GUIMARÃES / HIDRÁULICAS - FÁTIMA A. D'EÇA GUIMARÃES

A RECUPERAÇÃO DA CASA DOS MARAVEDIS PROCURA DEVOLVER ÀS VELHAS E CAMBALEANTES PAREDES A SÓLIDA EXPRESSÃO DE TEMPOS NÃO MUITO DISTANTES. ENTENDEU-SE QUE A FORMA DE RECUPERAÇÃO E REUTILIZAÇÃO DA CASA DEVERIAM MANTER A SUA ESTRUTURA CARACTERÍSTICA, REALÇANDO A SUA IMAGEM SÓBRIA E ADAPTANDO O PROGRAMA AO ESPAÇO-PERÍMETRO EXISTENTE. ASSIM, A CASA DOS MARAVEDIS COMO SEDE DA FUNDAÇÃO CONSERVATÓRIO REGIONAL DE GAIA SERÁ ORGANIZADA COM UMA CONTINUIDADE-SUCESSÃO DE ESPAÇOS DE USO POLIVALENTE MAS ESTREITAMENTE LIGADOS A UMA VERTENTE CULTURAL - ESPAÇOS DE EXPOSIÇÃO, DE TRABALHO INDIVIDUAL OU EM PEQUENOS GRUPOS, DE PEQUENOS ENCONTROS, DEBATES E CONCERTOS, INDICADORES DO TRABALHO PRODUZIDO NÃO SÓ PELA FUNDAÇÃO MAS AINDA PELA COMUNIDADE ONDE ESTA SE INSERE E ACTUA. CONSIDERA-SE QUE A RECUPERAÇÃO E AMPLIAÇÃO DA CASA E DA QUINTA DOS MARAVEDIS ACOMPANHA UM CONCEITO ARQUITECTURAL QUE ORIENTA O DESENHO PARA UMA INTERVENÇÃO NÃO PASSIVA MAS RESPEITADORA DE UMA ORDEM JÁ ESTABELECIDA, SEM ATITUDES DE ROTURA CONCEPTUAL OU DE FORÇADA IMAGEM CONTEMPORÂNEA. O EDIFÍCIO, COMO UM TODO E COMO PRÉ-EXISTÊNCIA DETERMINANTE SUGERE O MODO, A FORMA QUE ARTICULA RECUPERAÇÃO E AMPLIAÇÃO.